spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

PRF: Operação Semana Santa 2022 tem queda no número de acidentes e mortes

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta segunda (18), o balanço da Operação Semana Santa 2022. Foi registrada uma queda de 50% no registro de acidentes graves (com ao menos um morto) nas estradas federais, em relação ao ano anterior.

A operação começou na última quinta-feira (14) e terminou no domingo (17), às 23h59. Durante esse período, de acordo com a PRF, houve aumento da fiscalização nas rodovias federais do estado com o objetivo de aumentar a percepção de segurança e reduzir a gravidade dos acidentes.

Houve aumento de 540% no número de veículos abordados e 509% na quantidade de pessoas fiscalizadas. “[Os aumentos] demostram que o reforço nas fiscalizações, priorizando pontos e horários estratégicos, onde há maior incidência de acidentes graves e criminalidade é uma medida eficaz nesses períodos de aumento de circulação de veículos e pessoas nas rodovias”, disse a PRF, em nota.

Os testes de alcoolemia tiveram um percentual bastante expressivo, com o aumento de 6.691% no número de pessoas testadas e 114% nas autuações. Esse procedimento é uma importante ferramenta para diminuir a quantidade de acidentes.

Durante a Operação houve, ainda, significativa redução no número de pessoas feridas em acidentes, registrando a queda de 68%. O número de óbitos caiu 50% e houve a redução de 75% no número de acidentes graves.

Com o aumento do número de fiscalizações, as autuações também seguiram esse caminho, com 31% a mais. A não utilização de cadeirinha teve um acréscimo de 208%. Porém, alguns tipos de infrações diminuíram. Não utilizar o capacete de segurança teve um decréscimo de 37% e dirigir não utilizando o cinto de segurança diminuiu 44%.

De acordo com os números, os esforços empregados pelos policiais rodoviários federais neste feriado, bem como diversas ações educativas, com o objetivo de reduzir acidentes, mortos e feridos e aumentar o número de fiscalizações, especialmente de alcoolemia, surtiram o efeito desejado pela Polícia Rodoviária Federal.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias