spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Itaguaí: homem é preso em flagrante por extorsão e agiotagem

spot_imgspot_img

Mais lidas

Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam, nesta quarta-feira (08/06), em flagrante, um homem pelos crimes de extorsão e agiotagem.

A prisão aconteceu depois que um casal morador do bairro de Paciência, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, conheceu o criminoso e lhe contou sobre as dificuldades para pagar o aluguel de onde moram e até comprar alimentos para eles e seus seis filhos.

O autor apresentou um integrante da quadrilha que atua na região, e ajudou as duas vítimas, oferecendo cestas básicas e uma quantia em dinheiro, e acertando os aluguéis atrasados. O homem em questão retornou à casa do casal e lhes cobrou o valor de R$ 15 mil pela ajuda. Os dois informaram que não teriam como pagar e o homem acabou sendo agredido, como uma ameaça. Foi, então, lhe dado um novo prazo para o pagamento.

O casal foi até uma agência bancária para tentar um empréstimo. O pai fingiu que o filho de quatro anos que o acompanhava estava passando mal e precisava ir até o banheiro. Se aproveitando de um descuido do criminoso, ele foi até a delegacia e denunciou o fato.

Os agentes, então, prenderam o homem em flagrante. Foram até a residência do casal, retiraram pertences e as demais crianças do local e as levaram para um lugar seguro.

As investigações seguem para tentar localizar o apontado que teria emprestado o dinheiro.

Responsável por grilagem em Itaguaí é capturado

Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam, nesta quarta-feira (08/06), um homem acusado de milícia privada, extorsão, estelionato, roubo e concurso de pessoas. Ele foi preso em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, em cumprimento a um mandado de prisão temporária.

Segundo as investigações, ele e seus comparsas vêm atuando no bairro Engenho e adjacências, em Itaguaí, na Baixada Fluminense. Os criminosos expulsam moradores para se apropriarem das suas casas e terrenos e assim vendê-los a terceiros.

Em março deste ano, o preso e outros dois homens, todos armados, tentaram expulsar um casal de idosos, que são proprietários do sítio que moram há mais de 45 anos, mostrando um documento falso de propriedade. Eles ordenaram que o casal deixasse o local até as 17h daquele mesmo dia e ainda roubaram a roçadeira do sítio.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias