spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Angra dos Reis: Violada Caiçara encerra Festival de Música da Ilha Grande

Mais lidas

Tradição, cultura e emoção são as palavras que definiram a última noite de apresentações no Festival de Música e Ecologia da Ilha Grande. Com a tradicional Violada Caiçara, os moradores da Vila do Abraão tiveram a oportunidade de curtir um ótimo show e reviver as memórias de uma comunidade tão importante para Angra dos Reis.

Além da já consagrada música caiçara, com temas que enaltecem a beleza e importância da Ilha Grande – reconhecida em 2019 como Patrimônio Mundial da Unesco –, a apresentação contou com um telão homenageando alguns membros da comunidade caiçara que nos deixaram durante o período de pandemia.

– Aproveitamos a ocasião para relembrar nossos amigos que já se foram. A apresentação de hoje também serve para homenagear estes membros tão importantes para a comunidade – destacou o músico Luís Fernando.

O telão também exibia imagens do dia a dia do povo caiçara, relembrando atividades e momentos de união da comunidade. A Violada Caiçara, além de proporcionar música da melhor qualidade, também é uma forma de relembrar os primeiros anos do Festival de Música e Ecologia da Ilha Grande e entender como ele se transformou nessa grande celebração dos dias atuais.

– Escrevemos músicas e fazemos algumas apresentações desde a década de 80. Com o começo dos anos 90, decidimos oficializar o evento. Contatamos a Prefeitura, que foi super atenciosa e nos auxilia no Festival até os dias atuais. Com quase 20 edições, este evento é um marco para Angra dos Reis – completou o músico.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias