spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Angra dos Reis: vacina contra a poliomielite segue disponível

spot_imgspot_img

Mais lidas

Aqueles que ainda não levaram os filhos para serem vacinados contra a poliomielite ganharam um tempo extra para efetuar a imunização nas ESFs espalhadas pelo município. Em Angra dos Reis, a ação seguirá acontecendo até o dia 18 de outubro deste ano, dada sua importância para a vida futura daqueles que precisam ser imunizados.

O grupo-alvo da vacinação são as crianças menores de cinco anos de idade, e o documento necessário, que deve ser apresentado na hora de receber a imunização, é o cartão de vacina da criança – caso ainda não tenha efetuado a atualização do cadastro nas unidades de saúde, é importante levar também o CPF e o cartão do SUS.

As crianças menores de um ano deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para o esquema primário; as crianças de um a quatro anos deverão ser vacinadas indiscriminadamente com a vacina oral poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses de vacina inativada poliomielite (VIP) do esquema básico.

Assim como em outros países localizados nas Américas, o Brasil recebeu, em 1994, certificação da Organização Mundial da Saúde atestando que o país estava livre da poliomielite. Infelizmente, por conta principalmente dos baixos níveis de cobertura vacinal, existe um alerta relacionado à reintrodução da doença no país.

Doença infectocontagiosa aguda, a pólio pode provocar desde sintomas leves, como um resfriado comum, a problemas graves no sistema nervoso, como paralisia irreversível, principalmente em crianças com idade abaixo dos cinco anos. As crianças devem tomar cinco doses da vacina: injetável aos 2, 4 e 6 meses de vida; gotinhas aos 15 meses e aos 4 anos de idade.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias