spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Polícia prende membros de quadrilha em operação contra o tráfico na Costa Verde

Mais lidas

Na manhã desta segunda-feira (19) 13 mandados de prisão e seis de busca e apreensão foram expedidos para Barra Mansa, Angra dos Reis e Volta Redonda, na operação que recebeu o nome de Cana Brava.

Dois mandados de prisão, contra alvos que já estavam presos, foram cumpridos. A polícia também cumpriu seis mandados de busca e apreensão, sendo quatro deles em Angra.

Aproximadamente 150 policiais civis e 70 viaturas participam da operação, que contou com o apoio dos 4⁰, 5° e 7⁰ Departamento de Polícia de Área (DPA), além do Departamento-Geral de Polícia da Capital (DGPC), do Departamento Geral de Polícia da Baixada (DGPB) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

Segundo a Polícia Civil, as investigações concluíram que os suspeitos ordenaram que moradores do Jardim Belmonte, Vale do Paraíba e Padre Josimo, bairros que ficam entre Barra Mansa e Volta Redonda, ocupassem áreas no entorno dessas regiões para criar uma barreira que impediria ou retardaria a entrada de policiais nas comunidades.

A polícia informou que os moradores que invadiam as regiões eram escolhidos pela organização criminosa e deveriam construir barracos para passar a imagem de que haviam pessoas ocupando a área.

Durante as investigações também descobriram que suspeitos cogitavam invadir outros bairros e estavam comprando fuzis e granadas.

A Polícia Civil informou que, entre 2020 e 2021, a quadrilha movimentou cerca de 350kg de cocaína, um lucro de aproximadamente R$ 20 milhões para o tráfico. Após misturar com os produtos, a droga renderia 1 tonelada.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias