spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Após dez anos, homem acusado de manter mulher em jaula é preso

spot_imgspot_img

Mais lidas

Na quarta-feira (28), agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam um homem acusado de manter a própria mulher dentro de uma jaula, no bairro de Sahy, em Mangaratiba.

O sargento do Corpo de Bombeiros, Márcio Jefferson dos Santos Machado, de 52 anos, foi condenado a 15 anos de prisão este ano e estava foragido. Ele tinha sido solto na época para responder em liberdade.

O homem vai responder por sequestro e cárcere privado, constrangimento ilegal, dano qualificado, estupro, ameaça e violência contra a mulher.

Segundo a Polícia Cívil, o setor de inteligência chegou ao acusado, que era procurado há meses, depois de receber informações anônimas. No momento da abordagem, Márcio não ofereceu resistência e foi preso em seguida.

Relembre o caso:

O bombeiro foi preso em flagrante em 2012, quando colocou sua mulher em uma jaula por ciúmes. O crime aconteceu em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, onde Márcio morava. Ele estuprou, agrediu e ameaçou a vítima por 13 dias, até ser preso em flagrante. Depois, foi colocado em liberdade para responder ao processo, sendo condenado em maio de 2022, permanecendo foragido e mudando constantemente de paradeiro.

Na época, a vítima contou em depoimento à polícia que, após as agressões, Márcio Jefferson a fotografava e arquivava as imagens em seu computador. Ela gritava por socorro pelas frestas de madeira que ficavam entre o portão e o telhado da residência do sargento.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias