spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

MEI sofre reajuste em mês de janeiro

spot_imgspot_img

Mais lidas

Os Microempreendedores Individuais (MEIs), recebem uma contribuição mensal calculada com base no salário mínimo.

Neste mês de janeiro, a contribuição sofrerá um reajuste e passará a ser R$66 (5% do salário mínimo), considerando o valor de R$1.320. Este reajuste deve ser oficializado através de uma medida provisória.

O MEI Caminhoneiro irá pagar um total de R$158,40 de contribuição previdenciária, 12% do salário mínimo.

Junto com a contribuição previdenciária, o MEI que exerce atividades sujeitas ao ICMS pagará adicionalmente R$1, se desenvolver atividades de comércio e indústria.

Quem exerce atividades sujeitas ao ISSQN, como prestador de serviços pagará mais R$5. No caso de ter de pagar os dois impostos, o valor sobe para R$ 6.

Assim, com os impostos, o MEI pagará todo mês valores entre R$67 e R$ 72, de acordo com sua atividade. O MEI Caminhoneiro pagará mensalmente entre R$159,40 e R$164,40.

O novo salário mínimo, passará de R$ 1.212 para R$ 1.320 e foi aprovado pelo Congresso Nacional em dezembro de 2022. Mas ainda é necessário que o valor seja oficializado pelo governo e publicado no “Diário Oficial da União”.

Esse novo valor de contribuição mensal dos Microempreendedores Individuais (MEIs) será calculado automaticamente no momento da emissão Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias