spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Suzane Von Richthofen é solta após 20 anos de cadeia e vai cumprir pena em regime aberto

Mais lidas

Na tarde desta quarta-feira (11/01), às 17h35, a detenta Suzane Louise Von Richthofen deixou o presídio em Tremembé, São Paulo, após a Justiça ter concedido a progressão de pena para o regime aberto. Ela havia sido condenada há mais de 20 anos atrás pelo assassinato dos pais na zona sul da capital paulista. 

Em novembro de 2002, o engenheiro Manfred Albert e a psiquiatra Marísia von Richthofen foram mortos em casa com golpes de barra de ferro. Depois de investigações da polícia, foi descoberto que o crime havia sido planejado e executado pela filha mais velha do casal, Suzane, com a ajuda do então namorado, Daniel Cravinhos, e do irmão dele, Cristian Cravinhos. Inicialmente, em julho de 2006, a jovem foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão por participação no assassinato dos pais mas, com o passar do tempo, ela conseguiu diminuir a sua pena para 34 anos e 4 meses.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária, do governo estadual, Suzane estava em regime semiaberto na Penitenciária Feminina I Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, desde 2015.O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) informou que a decisão de mudança foi da 2ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté em cumprimento dos requisitos estabelecidos pela Lei de Execução Penal. O caso segue sob segredo de Justiça.

*estagiária sob supervisão de Lucas Nunes

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias