spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Documentário filmado em Itaguaí tem pré-estreia gratuita

spot_imgspot_img

Mais lidas

Nesta terça-feira (14), em alusão ao mês da mulher, será realizada a pré-estreia do documentário “Sabedoria de Maria”, que narra o legado de mãe Mariazinha. A exibição será no Teatro da Pracinha da Cultura, no bairro Chaperó em Itaguaí, com entrada gratuita.

Com direção da empreendedora social, líder comunitária e moradora do bairro Chaperó, Valéria Fernandes, em parceria com o cineasta, educador de Artes Visuais e Vice-presidente do Instituto Marginow, Gilson Moreira, a obra narra um chamado de fé e cultura, da Mãe Mariazinha.

Mãe Mariazinha saiu do Interior de Minas Gerais somente com sua coragem e foi para uma região remota do Rio de Janeiro e deu continuidade ao trabalho que havia começado em sua terra natal.

Mariazinha se instalou em uma zona de extremo perigo em um complexo de favelas no Rio de Janeiro em 1966, onde, através das tradições culturais orgânicas, atendeu inúmeras pessoas através da cultura tradicional de matrizes africanas e sabedoria, até o fechamento da casa, ordenado pelas facções criminosas que dominava o local.

O legado de mãe Mariazinha reviveu a partir da busca de uma casa em Itaguaí e, seus filhos, parentes e seguidores, em 1990, reabrindo a Casa Cultural das tradições de matrizes africanas chamada Caboclo Rompe-Mato e hoje atendem até espiritualmente com a sua cultura, além de ações sociais como: embelezamento afro para a comunidade, doação de alimentos e distribuição de gás, através da parceria com a CUFA (Central Única das Favelas).

As culturas de matriz africana no bairro de Chaperó são extremamente ricas e fortes. É um povo que resiste a todo o apagamento feito durante nosso processo histórico. O historiador, artista, e gestor cultural da Pracinha da Cultura, Yago Eloy fala sobre a importância do documentário para o município.

“Nesse sentido que a história de mãe Mariazinha, na perspectiva da ancestralidade negra, ganha um impacto gigantesco, por ter sido uma liderança espiritual, social e cultural no bairro de Chaperó. Há uma potência criativa no bairro e esse documentário evidencia isso. Para mim é extremamente gratificante receber a pré-estreia do documentário ’Sabedoria de Maria’ enquanto estou gestor cultural na Pracinha da Cultura de Itaguaí. E esse é o intuito que a atual gestão passa para nós no sentido de podermos dar visibilidade e protagonismo a essas produções dos fazedores de cultura do município”, explica o gestor.

Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro (SECECRJ), em parceria com a Prefeitura de Itaguaí, por meio da secretaria de Educação e Cultura. A pré-estreia será, às 17 h com exibição no Teatro da Pracinha da Cultura, no bairro Chaperó em Itaguaí.

A estreia será na quarta-feira (15), às 10h, com exibição no canal do YouTube, com uma troca de conversa em alusão ao mês da mulher com as empreendedoras: Thaís Guerra, idealizadora da peça-filme Nosso Sagrado Rebolado de Cada Dia; Carla Felizardo, Grafiteira; Thamyres Dutra, Palhaça Noenice, arte educadora e Mizarete Barbosa, líder comunitária. O documentário ‘Sabedoria de Maria’ estreia às 20h, no canal.

“O projeto é o grande vencedor do Edital Povos Tradicionais da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa. O projeto pretende trazer à tona a história de mãe Mariazinha por meio de documentário e podcasts. O Centro Espírita Caboclo Rompe-Mato é o local em que a história de vida de Mariazinha se desenrolou e onde são ministradas práticas inclusivas para a população local. O intuito do projeto é divulgar e enriquecer a cultura do país, além de quebrar barreiras e preconceitos”, explica a diretora, Valéria Fernandes.

Foto/ Divulgação (Gilson Moreira)

*Estagiário sob a supervisão de Raquel Morais

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias