spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Prefeitura de Itaguaí inaugura nova sede da Residência Terapêutica

spot_imgspot_img

Mais lidas

Nesta sexta-feira (05/05), a Prefeitura de Itaguaí inaugurou a nova sede da Residência Terapêutica, localizada no bairro Vila Margarida. O Serviço Residencial Terapêutico (SRT) já era oferecido na cidade, mas agora passa a funcionar em um imóvel próprio, o que representa um marco para a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) do município.

O objetivo da unidade é oferecer aos usuários mais dignidade de vida. Atualmente, a casa abriga nove moradores: quatro mulheres e cinco homens, que recebem diariamente acompanhamento de uma equipe composta por cozinheira, auxiliar de cozinha, técnicos de enfermagem, cuidadoras, coordenação e equipe administrativa.

Como funciona
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a Residência Terapêutica é uma unidade criada para atender às necessidades de moradia de pessoas portadoras de transtornos mentais graves que perderam seus vínculos familiares e/ou comunitários.

“O prefeito foi sensível ao adquirir este imóvel para a saúde mental. Isso mostra o quanto o gestor está empenhado em investir na saúde pública municipal”, descreveu o Secretário de Saúde, Carlos Eduardo Zóia.

A Residência Terapêutica está vinculada ao Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), que deverá acompanhar e orientar o trabalho das equipes do SRT, tendo como foco o cuidado em liberdade, a construção de autonomia, bem como o acesso à cidade.

“É importante salientar que essas pessoas eram colocadas em hospitais psiquiátricos, onde não tinham acesso a geladeira, fogão, não saíam, não tinham liberdade. A proposta dessa unidade é resgatar isso: que seja uma estrutura de casa, onde eles reaprendam a fazer coisas simples que foram perdidas ao longo desse período de institucionalização”, pontuou a diretora da RAPS, Andreia Kikumo.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias