spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Angra dos Reis lança campanha de conscientização contra queimadas

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Prefeitura de Angra, por meio do Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis (Imaar), está promovendo uma campanha de conscientização sobre os impactos das queimadas e incêndios ambientais devido ao clima seco e quente. A iniciativa ganha ainda mais importância em Angra dos Reis, que abriga a maior área preservada de Mata Atlântica da região Sul Fluminense, com cerca de 65 mil hectares, e unidades de conservação de grande relevância, como o Parque Estadual Cunhambebe, a APA Tamoios e o Parque da Cidade (Parque Municipal da Mata Atlântica).

O Imaar realiza a campanha anualmente em Angra, com foco especial neste período do ano em que os casos de incêndios e queimadas são mais frequentes. Segundo o instituto, desde o início da campanha, foi possível observar uma redução nos focos de incêndios.

Embora os incêndios possam ocorrer naturalmente, a maioria deles é provocada. Nesse sentido, o Imaar ressalta que causar incêndios em matas e florestas é um crime ambiental previsto na lei federal (lei 9.605/1998), com pena de reclusão de dois a quatro anos, além de multa. Além dos incêndios naturais, o Imaar chama a atenção para os incêndios acidentais que podem ser causados, por exemplo, quando o fogo se espalha para áreas vizinhas após a queima de lixo do quintal.

Para evitar casos como esses, o instituto faz um alerta para que a população evite jogar pontas de cigarro no ambiente, não utilize fogo para limpar terrenos e pastagens, e não queime o lixo.

As queimadas causam diversos impactos, como o enfraquecimento do solo, a redução da matéria orgânica e sua fertilidade, e o aumento do risco de erosão. Além disso, as queimadas emitem gases poluentes prejudiciais aos animais e seres humanos, piorando a qualidade do ar que respiramos e contribuindo para o aquecimento global.

Além das medidas que a população deve adotar, o Imaar destaca que denúncias são fundamentais para combater os incêndios provocados. Para denunciar, o Disque Denúncia possui uma Linha Verde específica para crimes ambientais, com o número 0300 253 1177 (custo de ligação local). Outras opções são o aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”, onde é possível enviar fotos e vídeos, e a fanpage do Disque Denúncia no Facebook (facebook.com/DisqueDenúnciaAngra). Todas essas opções garantem o anonimato dos denunciantes.

*estagiária sob supervisão de Raquel Morais

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias