spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Angra dos Reis prorroga campanha de vacinação contra febre aftosa

Mais lidas

A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Agricultura, Aquicultura e Pesca, decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra a febre aftosa. A medida visa proteger os animais bovinos (bois) e bubalinos (búfalos) a partir de três meses de idade. Iniciada no início de maio, a vacinação agora terá seu prazo estendido até o dia 30 de junho.

A expectativa é aplicar cerca de 2 mil doses. Essa prorrogação segue o calendário nacional da campanha, visando garantir a imunização adequada do rebanho.

A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa que causa sérias perdas econômicas para os pecuaristas. Caracterizada por ser uma enfermidade infecciosa aguda, provoca febre seguida pelo aparecimento de vesículas (aftas), principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido, como bovinos, ovinos, caprinos, porcos e ruminantes selvagens. Por isso, é fundamental que os produtores rurais garantam a imunização de seus animais.

A vacinação pode ser realizada tanto por profissionais da Secretaria de Agricultura quanto pelos próprios produtores, desde que habilitados. Os produtores interessados podem procurar a Secretaria de Agricultura, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h, para agendar a vacinação ou retirar as doses. O setor está localizado no calçadão Nelcy Bittencourt Cabral, no Centro de Angra.

Para mais informações, os telefones de contato são (24) 3377-1780, 3377-5786 ou 3377-6080. Aqueles que optarem por levar as doses para aplicar em seus próprios animais devem estar equipados com isopor e gelo para garantir o transporte adequado das vacinas. Além disso, é necessário que o produtor declare a quantidade de animais existentes e a quantidade a ser vacinada.

No caso dos produtores que aguardam a equipe técnica de vacinação no local, a Secretaria de Agricultura destaca a importância de que os animais estejam presos e que os produtores disponham de laçadores e um brete para a contenção adequada durante a aplicação das doses.

*estagiária sob supervisão de Raquel Morais

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias