spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Angra dos Reis tem caso confirmado de Gripe Aviária

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou dois novos casos de Influenza Aviária no estado. De acordo com a pasta, uma das aves infectadas foi encontrada em Angra dos Reis.

Segundo o Governo do Estado, as aves silvestres infectadas são migratórias da espécie trinta-réis-de-bando. Com os novos registros, o total de focos subiu para dez. Não há registro de pessoas contaminadas.

O que fazer caso encontrar uma ave com sinais da doença? – A orientação das secretarias de Estado de Saúde e de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento (Seappa) é a de que não se deve tocar em aves silvestres com sinais de doença. O cidadão deve ligar 193 ou comunicar imediatamente à unidade da Defesa Agropecuária da região ou à Coordenação de Vigilância Ambiental de seu município.

Uma nota técnica (que pode ser acessada clicando aqui) foi emitida pelas pastas aos municípios para orientar como os profissionais habilitados e com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) devem manejar as aves. Importante frisar que a infecção da doença aos humanos ocorrem por meio de contato direto com animais infectados, vivos ou mortos.

Casos confirmados – De acordo com a SES, foram confirmados até o momento dez focos da doença, sendo quatro em São João da Barra; dois em Niterói; um em Cabo Frio; dois na cidade do Rio de Janeiro; e um em Angra dos Reis.

Técnicos da Vigilância em Saúde da SES-RJ ressaltam que não há motivos de preocupação para a população sobre epidemia de H5N1, pois no momento não há transmissão direta, de pessoa para pessoa.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) disponibilizou um painel BI (Business Intelligence) para consulta de casos confirmados, que podem ser consultados pelo público.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias