spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Abertura de empresas no estado em agosto bate recorde

Mais lidas

No mês em que completou 215 anos, a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) registrou mais um recorde histórico. Em agosto, foram contabilizadas 7.240 novas empresas no Estado do Rio de Janeiro, o maior número de todos os meses de agosto na existência da autarquia.

A marca representa um aumento de 8,6% em relação ao antigo recorde do mês, batido em 2021, com 6.661 negócios abertos, e de 15% em relação a agosto de 2022, quando foram computadas 6.292 novas empresas no território fluminense.

O número de novos negócios registrados em agosto também foi o melhor de 2023 até agora. No total, de janeiro a agosto, a Jucerja contabiliza 48.882 novas empresas. A marca é a segunda melhor da história, atrás apenas da soma dos oito primeiros meses do ano passado, que chegou a 50.429.

“O ambiente de negócios estável, juridicamente seguro e com processos simplificados, que construímos no Estado do Rio, se torna acolhedor para os novos negócios. Favorece a atração de novas empresas e investimentos, e contribui para o avanço do desenvolvimento econômico, da empregabilidade, e, consequentemente, da melhoria da qualidade de vida da população fluminense”, afirma o governador Cláudio Castro.

Dos 7.240 novos negócios abertos em agosto, 6.611 são referentes a constituições de empresas. Também foram registradas 511 abertura de filiais e 118 inscrições de transferência. “Estamos mantendo uma média de cerca de seis mil empresas abertas por mês e, em agosto, conseguimos a melhor marca do ano e a melhor marca de todos os tempos nos meses de agosto”, pontuou o presidente da Jucerja, Sergio Romay.

“Isso nos leva acreditar que fecharemos o ano em torno de 75 mil novas empresas, um feito que será histórico para a Jucerja e para a economia do Estado do Rio de Janeiro”, prevê Romay.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias