spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

Angra cria centro de operações de emergência contra a dengue

Mais lidas

Com o aumento dos casos de dengue em todo o estado, com 20.064 casos registrados até o dia 1º deste mês, o município de Angra dos Reis resolveu se preparar. O prefeito Fernando Jordão assinou decreto instituindo o Centro de Operações de Emergências de Arborviroses (COE – Arboviroses). A medida foi publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira, 07.

A criação do COE atende ao Plano de Contingência de Arboviroses da Secretaria Municipal de Saúde e a recomendações da Defensoria Pública do Estado. O Centro será um mecanismo de gestão coordenada da resposta à situção epidemiológica na cidade.

Serão atribuições do Centro de Operações: planejar, organizar, coordenar e controlar as medidas a serem empregadas durante a resposta; articular-se com os gestores da Secretaria de Estado de Saúde e Ministério da Saúde; articular-se com órgãos e entidades do poder público; encaminhar ao Prefeito relatórios técnicos sobre a situação epidemiológica e as ações em curso; divulgar à população informações relativas à situação epidemiológica, assistencial e medidas de controle do Aedes aegypti; e propor, de forma justificada, o acionamento de equipes de saúde e reestruturação dos serviços.

A gestão do COE ficará com o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Cardoso Ramos. Na composição organizacional, o COE contará com uma estrutura de subcomando que estará sob responsabilidade da superintendente de Atenção à Saúde, Joseli Cano Fernandes.

Segundo o Mapa de Arboviroses da Secretaria de Estado de Saúde, Angra registrou já em 2024 10.673 casos de dengue, sendo 363 com sinal de alarme e 27 graves.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias