spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img
spot_imgspot_img

“Painel Dengue”: nova plataforma para monitoramento epidemiológico é lançada pela Secretaria da Saúde

Mais lidas

Em um evento nesta terça-feira (10/01) com a presença de secretários municipais de Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) lançou um novo painel para o monitoramento da dengue. A partir dele, o objetivo é garantir que qualquer pessoa possa acompanhar a evolução do cenário epidemiológico em seu município. 

O secretário de Estado de Saúde, Doutor Luizinho, afirma que os especialistas estão buscando cada vez mais dar acesso à informação e transparência aos dados de saúde para a população. Para isso, ele destaca que “o painel vai garantir que qualquer pessoa possa acompanhar a evolução do cenário epidemiológico em seu município. Precisamos que a população tenha conhecimento para que possa se unir ao poder público no combate à dengue, uma vez que a maior parte dos focos está dentro das residências”. 

Na plataforma, que será atualizada semanalmente, é possível realizar a consulta de dados sobre a evolução dos casos nos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro. Além disso, pode-se acompanhar o registro dos casos, óbitos, internações pela doença e perfil dos pacientes, como faixa etária e sexo. O site está disponível no endereço dengue.saude.rs.gov.br.

Os dados que compõem a ferramenta online são emitidos pelo Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) do Ministério da Saúde. A plataforma será atualizada às sextas-feiras e está disponível no site da SES (www.saude.rj.gov.br).

O estado do Rio de Janeiro não passa atualmente por uma epidemia de dengue, mas os cuidados precisam ser mantidos. Entre esses estão a atenção aos vasos de plantas, retirada de objetos que acumulam água, armazenamento adequado de garrafas, limpeza de calhas e caixas-d’água, e cuidado com o lixo. 

De acordo com o levantamento da SES, foram registrados 11.400 casos de dengue e 16 óbitos pela doença no estado, em 2022, contra 2.882 casos e 4 óbitos, em 2021. Assim, para evitar um possível aumento exponencial de casos no verão deste ano, os cuidados com a dengue devem ser mantidos e, além disso, o painel vai possibilitar a projeção mensal de ações de vigilância em saúde por parte do município.

*estagiária sob supervisão de Lucas Nunes

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias