spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Angrenses acompanham chegada do Menino Imperador

spot_imgspot_img

Mais lidas

A sexta-feira (26) da Festa do Divino Espírito Santo em Angra iniciou com uma manhã muito especial: o Menino Imperador de 2023, Pedro Henrique Reis do Nascimento, recebeu as boas-vindas de centenas de fiéis da cidade. As festividades começaram com a alvorada festiva, às 6h, passando pelo café da manhã comunitário, às 7h, na Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, no Morro da Fortaleza, onde mora o menino, e encerrando no tradicional percurso pelo Centro da cidade, após a chegada do menino de saveiro no Cais de Santa Luzia, às 11h. Ao fim, houve o tradicional almoço comunitário no Convento do Carmo, ao meio-dia.

“Organizada pela Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Cultura e Patrimônio, em parceria com a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, a Festa do Divino Espírito Santo possui na chegada do Menino Imperador um de seus momentos mais importantes e emocionantes. É uma festa tradicional com cunho religioso e cultural que temos um carinho em realizar. É um pedido do secretário de Governo, Cláudio Ferreti, que a festa se torne a cada ano cada vez mais bonita. Precisamos sempre nos superar e isso é maravilhoso”, comentou o secretário de Cultura e Patrimônio, Andrei Lara.

Os festejos desta sexta-feira começaram bem cedo, durante o farto café da manhã na enfeitada rua do Morro da Fortaleza, que contou com a presença de fiéis de diversas paróquias do município, entre adultos, crianças e participantes já fantasiados para o cortejo que aconteceria mais tarde. O Frei João Paulo Pereira Moraes foi o responsável por realizar uma oração em grupo antes do início da comunhão celebrada durante o café comunitário.

“É com muita alegria que venho anunciar a grande Festa do Divino Espírito Santo em Angra dos Reis. Como de costume, sempre participamos do café da manhã no bairro onde reside o Menino Imperador. Está sendo um momento de muita alegria e muita festa, próprio da ação do Espírito Santo de Deus entre nós. Estamos agradecendo a Deus por tantas coisas que ele vem fazendo em nossas vidas. Essa alegre confraternização impulsiona nosso coração para a vivência de nossa fé. Que Deus abençoe nossa cidade. Amém”, ressaltou o Frei João Paulo Pereira Moraes, de 35 anos.

O secto, em sua grande maioria uniformizado com a linda camisa vermelha do evento, acompanhou todo o trajeto do cortejo, que começou no Cais de Santa Luzia, passou pela 166ª DP na Avenida Júlio Maria, onde aconteceu a tradicional soltura do preso – encenada esse ano pelo ator Lorran dos Reis – percorreu a rua do Comércio, até a sede da Prefeitura, e voltou pela rua da Conceição até o Convento do Carmo.

“Estamos resgatando desde 1970 a cultura e a tradição de nossa cidade, como é o caso da Festa do Divino Espírito Santo. O governo está oferecendo cada vez mais recursos e condições para que a cada ano a festa se torne ainda melhor. Uma festa para todos os moradores de Angra. Uma história que precisa ser preservada”, enfatizou o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cláudio Ferreti, presente durante todo o evento.

Também acompanharam o cortejo os integrantes das cinco danças folclóricas da Festa do Divino: os coquinhos, as jardineiras, os lanceiros, os velhos e os marujos; os divertidos bumba meu boi e bate-bola; o tradicional grupo musical da Folia do Divino – transportando lindas bandeiras do Divino Espírito Santo com o símbolo da pomba branca da paz – e a Fanfarra Jardim Sarmento, com músicos tocando trompetes, saxofones, trompa, clarinete, flautim, caixa e surdo.

“Foi muito divertida a caminhada pelas ruas de Angra com o Menino Imperador, a quem entreguei a chave da cidade por um dia. O almoço no Convento estava maravilhoso. Venham curtir a linda Festa do Divino Espírito Santo. Hoje, quem manda na cidade é o Imperador Pedro Henrique”, brincou o prefeito Fernando Jordão, presente durante todo o cortejo.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias