spot_imgspot_img

LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

spot_img

Casa abrigo de Angra dos Reis passa por revitalização

spot_imgspot_img

Mais lidas

A Casa Abrigo da Criança e do Adolescente Roger Agnelli foi revitalizada e está totalmente reformulada. As mudanças fazem parte da intervenção que está sendo feita pela Comissão Permanente Processante (CPP) da Prefeitura de Angra dos Reis. Sob intervenção desde o dia 17 de abril, a Casa Abrigo passou por melhorias e agora pode receber com mais conforto e segurança crianças e adolescentes vítimas de vulnerabilidade social. O prefeito Fernando Jordão e o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cláudio Ferreti, estiveram no local, nesta sexta-feira, dia 2, junto com outros secretários e vereadores para ver de perto todas as mudanças e melhorias no espaço.

“A Casa Abrigo está totalmente reestruturada e é importante dizer que foi um trabalho em conjunto de todas as secretarias. Estou muito feliz com o que eu estou vendo aqui hoje com a presença também do conselho tutelar. Visitei todos os espaços, vi os quartos que estão bem confortáveis e vi a maneira carinhosa e atenciosa que as crianças estão sendo tratadas. É uma mudança que com toda certeza vai fazer a diferença por aqui”,  disse o prefeito Fernando Jordão, durante a visita.

O local, que tem capacidade para receber 20 acolhidos, agora conta com 40 câmeras de segurança instaladas em todos os espaços da Casa Abrigo e com uma central de monitoramento que envia as imagens em tempo real para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), responsável pelo monitoramento das câmeras de segurança instaladas em diversos pontos do município.

“Tem sido um grande desafio. Recebemos a missão de reestruturar e revitalizar a Casa Abrigo, que estava passando por alguns momentos de dificuldade. Primeiro mexemos na parte de infraestrutura para fazer um espaço mais acolhedor e confortável para as crianças. O segundo passo foi focar na contratação de novos profissionais e, em trabalho em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública, a instalação das câmeras, que com toda certeza vai ajudar muito no acompanhamento e segurança das crianças aqui abrigadas”, frisou o Roberto Peixoto, secretário interino de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania.

Além das câmeras de segurança, outras ações como pintura externa e interna, reformas na parte elétrica e hidráulica, conserto dos banheiros e reforma na cozinha foram feitas. Nas mudanças realizadas, houve a contratação de uma nova equipe e foi criada uma grade de programação interna e externa para que os abrigados possam ter mais momentos de socialização. Os cartões de vacinação que estavam incompletos foram atualizados, e novas cuidadoras com formação em pedagogia foram contratadas para dar suporte nas tarefas escolares.

“Esse é um momento muito importante de muitas mudanças e transformações. Estamos repaginando toda a dinâmica da casa e a nossa expectativa é dar muito amor e conforto para as crianças que chegam aqui”, disse Fábio Macedo, diretor da Casa Abrigo.


Capacitação dos novos funcionários da Casa Abrigo

Os novos funcionários da Casa Abrigo, que entraram nas funções de cuidadores, auxiliares de cuidadores, auxiliar administrativo, vigilantes e serviços gerais, participaram de uma capacitação no Centro de Estudos Ambientais (CEA), na última quarta-feira (31/05).

“ Foi uma tarde de palestras e orientações gerais para os trabalhadores que chegam para somar nesse novo momento da casa de acolhimento. Os novos funcionários estão com muito gás e disposição para acolher as nossas crianças, estamos muito felizes com isso”,  afirmou Fábio Macedo, diretor da Casa Abrigo.

Todos os profissionais presentes na capacitação conheceram o regulamento interno do local e receberam informações sobre o espaço, que é um ambiente de proteção provisório e excepcional, destinado a crianças e adolescentes privados da convivência familiar e que se encontram em situação de risco pessoal ou social ou que tiveram seus direitos violados.

“A parte humana é a que mais precisa ser reforçada e valorizada. As crianças que chegam na Casa Abrigo precisam de muito cuidado e acolhimento. Essa foi apenas a primeira etapa de capacitações que vão acontecer para os novos funcionários nos próximos dias”, afirmou Cássia Marques do Santos, assessora da Proteção Social Básica da secretaria de Assistência Social, que foi uma das orientadoras da capacitação.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas noticias